Olímpia já se destaca como importante destino turístico ao receber 1 milhão de visitantes/ano. Com a inauguração do complexo Hot Beach, a cidade terá estrutura para receber 1,7 milhão de visitantes/ano e atender à demanda atualmente reprimida.




A região concentra alguns dos mais importantes eventos do Estado. A Festa do Peão de Barretos (800 mil visitantes), a Agrishow de Ribeirão Preto (150 mil visitantes), a Festa do Peão de São José do Rio Preto e o Festival Nacional do Folclore de Olímpia (80 mil visitantes) contribuem para elevar a taxa de ocupação média do ano.




A queda evidente da remuneração dos papéis financeiros está desafiando todos a buscar opções seguras de investimentos. Nesse cenário, a participação em um negócio como Hot Beach Resort Olímpia se mostra altamente vantajosa. Proporciona retorno real muito superior àqueles das aplicações financeiras tradicionais, com baixos riscos, valorização imobiliária e reais vantagens fiscais. Uma decisão inteligente e um ativo físico acessível para compor o seu portfólio de investimento.



O complexo Hot Beach será abastecido por águas termais originárias do Aquífero Guarany, o maior manancial de água doce subterrânea do mundo. Trata-se de um gigantesco reservatório, que abrange seis Estados brasileiros e que irá assegurar água quente e abundante para a operação do empreendimento.

A responsabilidade ecológica e a sustentabilidade do empreendimento se traduzem, entre outras preocupações, em um pré-tratamento feito com a água mineral retirada desse manancial que, após este processo, é entregue para a rede pública da cidade.







A implantação estratégica do parque aquático e suas irresistíveis atrações irão gerar demanda para o resort. Essa sinergia parque-resort amplifica a vantagem competitiva, ao reduzir custos de captação de hóspedes, e melhora a percepção de valor das diárias.